Páginas

2010-07-12

Dream a little dream of me

#5 - Your dreams

Nesses tempos em que eu tenho tido tantos pesadelos, é até curioso escrever para sonhos. E vocês são tão grandes que nem cabem em mim; tenho que sonhar aos bocadinhos. Às vezes vocês são uma biblioteca com um piso de madeira escura e lustrosa e cheiro de papel, e às vezes vocês são um monte de números e palavras que podem mudar a vida de alguém. Ultimamente vocês, no entanto, têm sido um só: ter tempo.

Às vezes eu tenho a impressão de que não existe o dia seguinte; esse é o pesadelo.

O sonho é que ainda existam muitos amanhãs, para que eu possa fazer tudo o que preciso. Para que eu possa viver, basicamente. 

(fragmento de uma anotação do mês passado: (...)já está todo mundo dormindo. não gosto de ficar sozinha assim, eu tenho medo do silêncio e do escuro. (...) às vezes demora tanto pra amanhecer, não é?)

Você é uma pessoa sem medo e com tempo o suficiente. O suficiente pra que é que eu não sei exatamente. Bom, eu sei em partes. Sei que você também é um punhado de livros escritos, uma família um pouco mais estruturada que a atual, a capacidade de fazer com que as pessoas se sintam melhor. Talvez você seja, pura e simplesmente, a possibilidade de ainda ser muitas coisas.

2 comentários:

Phi disse...

Muni, três palavras: isto foi genial. ♥♥♥

Mialle disse...

[2] na phi