Páginas

2010-01-14

So, if you sleep until you're 18... Ah, think of the suffering you're gonna miss.

Eu nunca esqueço esse pequeno diálogo de Pequena Miss Sunshine:

Dwayne: I wish I could just sleep until I was eighteen and skip all this crap-high school and everything-just skip it.

Frank: Do you know who Marcel Proust is?

Dwayne: He's the guy you teach.

Frank: Yeah. French writer. Total loser. Never had a real job. Unrequited love affairs. Gay. Spent 20 years writing a book almost no one reads. But he's also probably the greatest writer since Shakespeare. Anyway, he uh... he gets down to the end of his life, and he looks back and decides that all those years he suffered, Those were the best years of his life, 'cause they made him who he was. All those years he was happy? You know, total waste. Didn't learn a thing. So, if you sleep until you're 18... Ah, think of the suffering you're gonna miss. I mean high school? High school-those are your prime suffering years. You don't get better suffering than that. 

Resumindo, pra quê pular os piores anos da sua vida?

Eu sempre penso nisso. Sabe, essa coisa de que os melhores e piores momentos da vida acontecem no ensino médio. Bom, sinto muito, mas só estive no ensino médio normal durante um ano. Agora não sei exatamente o que eu sou. Faço parte da parcela estranha da população que bóia entre o médio e o superior: o técnico. Mas isso não muda o fato de que ter entre quinze e dezoito anos é sofrimento na certa, rs.

Só que, bem, eu não posso dizer que tenham sido os piores anos da minha vida. Vou até dizer que foram os melhores. Ainda tem esse, mas né. Coisas ruins sempre existem, de um jeito ou de outro.

Acho que o mais me atormenta agora é o fato de que eu talvez ainda nem saiba o que fazer da vida. Pode não parecer uma dúvida muito terrível, mas eu acho meio angustiante ficar entre Engenharia da Computação e Letras ou Jornalismo o tempo todo. Oi, eu faço Informática e vou me formar ano que vem (amém). O estranho é que ninguém nunca me diz pra fazer Engenharia, mas é o que sempre acho que devo fazer. Acho que eu tô achando isso tão importante agora porque a perspectiva cada vez mais próxima de arranjar um estágio nessa área (informática) me apavora um bocado. Meu irmão me perguntou um dia desses qual era a minha área e pra mim pareceu que levei séculos pra responder. "Redes", eu disse.

Eu quase torço pra não passar em Engenharia por tempo o suficiente pra terminar Letras. E também quase torço pra descobrir que trabalhar com informática é o que eu sei fazer. E, no fim das contas, eu também quase torço pra parar de achar tudo isso tão importante.

3 comentários:

Larissa. disse...

Pequena Miss Sunshine eh um filme simples e incrível ao mesmo tempo, não é?
E essa passagem ambém me marcou, pq eu já havia pensado assim. Exatamente assim... mas ele soube por em palavras, coisa que nunca fiz. Pra que pular etapas? As fases ruins me fizeram aprender tanto ... as fazes boas então, perfeitas.
Essas dúvidas são inevit´veis... é uma perspectiva de futuro. Mas tenho certeza que quando chegar a hora certa, a escolha certa virá.

Adorei o blog *-*
;*

.laurel. disse...

Ensino Médio...esse será o meu terceiro ano longe dessa época. Quando eu estudava, queria sair dele o mais rápido possível. Não que eu queira voltar, mas eu sinto falta de alguns momentos, de algumas pessoas...bah, de um tanto de coisa. Não foram os melhores anos da minha vida e provavelmente nem serão os piores. Mas sabe, nós temos que passar por essa fase, mesmo sendo escrota algumas vezes. Sempre levaremos algo...

Quanto ao não saber o que fazer da vida, relaxe. Quanto mais se pressionar, pior será. Tente um teste vocacional, com psicólogo sério e não tente manipular. heheh

Beijoo

Chrissie Guenever disse...

Engraçado que eu não tinha acompanhado essa parte do filme direito quando assisti pela primeira vez, mas agora consegui entender.
Acredite, só tenho um ano de experiência no ensino médio, e ele nao foi o pior. Não mesmo.
O ensno fundamental foi um ano em que aprendi muita coisa, muita coisa mesmo, ahaha. E ainda falta pacas.
Quanto a sua indecisão... *levanta a mão* o mesmo aqui. É muito idiota, mas quero fazer medicina, mas não conto para ninguém para não duvidarem da minha capacidade. E gosto tanto de escrever... Não sei se vou conseguir simplesmente parar tudo, ma se medicina for mesmo tudo o que eu penso, vale sim.
Jornalismo também uma opção para mim...
Estou quase fazendo um curso técnico quando terminar o colégio para me decidir depois, estou quase peruntando alguém o que ele acha que eu devo fazer. Mas não posso deixar meu futuro nas mãos de outra pessoa, se vou fazer medicina, é bom não perder muito tempo. Estou quase mandando tudo o que a sociedade me diz ir dar uma voltinha em ruas não recomendadas.
Esse foi um momento em que aprendi muito. LOL
tchaau